1º Fator- Dissolução dos defeitos psicológicos

1º Fator- Dissolução dos defeitos psicológicos

Auto Observação e a Morte em Marcha

 

O trabalho sobre si mesmo envolve tudo que se faz no diário viver, concentrado na tarefa que estiver fazendo, sempre observando a si mesmo e aplicando a morte em marcha aos defeitos que se assomarem a cada minuto. Qualquer pensamento involuntário vem de uma criatura pensante dentro de nós, que nos obriga a pensar involuntariamente, a morte em marcha faz isto, eliminar este pensamento, não importa se é de luxúria, orgulho, de íra e etc, devemos não pensar, esta é uma imposição imposta por nós mesmos se queremos a auto realização e sermos resgatados.

 

Aquele que estiver fazendo ao contrário, indo atrás de cada pensamento que vier, estará vulnerável, cometerá erros com certeza, precisamos lutar contra este emaranhado de pensamentos, cada um tem uma direção.

 

Estes são os detalhes que alimentam o ego animal dentro de nós aqui e agora, precisamos sair urgentemente do domínio das ondas negativas que sempre nossa psicologia está apoiada, sempre estamos criando ondas negativas, os eus criam essas ondas para se alimentarem, gerando as recorrências, por isso a auto observação é contínua, a morte psicológica é algo seguido, para não se criar ondas degeneradas e também não cair nos ataques de ondas hipnóticas dos outros, assim poderemos ajudar as pessoas a sair dessa situação. De um pensamento vem uma emoção, uma ação, um impulso, um desejo, cria-se uma onda sinistra hipnotizante que conduzirá ao erro, o trabalho é contínuo para se criar o centro de gravidade permanente.

 

Devemos achar o ponto de equilíbrio nesta tarefa de não pensar, colocando a auto-observação em atividade constante com os sentidos voltados para dentro, ao nosso interior.

Esta é a Morte de agregados psíquicos. Morte psicológica ou Negar a si mesmo como nos ensinou  Jesus Cristo.

 

Como já explicamos nos parágrafos anteriores, nos livros que redigimos, este primeiro fator da verdadeira obra Cristã, é fundamental para a criação dos corpos solares e de nascimento em outras dimensões, ninguém pode nascer sem morrer. Nós somos o ego, pensamos, sentimos, agimos, através das lentes do ego, o que poderíamos nós interpretarmos destas emergentes lições, que o ego com seus inúmeros agregados psíquicos não venham a sabotar a verdadeira compreensão, somos marionetes, por causa desses agregados psíquicos , não temos uma unidade consciente dentro, somos dissipados em emoções e sentimentos diversos, hora felizes, hora zangados e etc, vítimas das circunstâncias, vulneráveis as ondas negativas, adormecidos, vivemos sonhando, sempre nos frustramos. A auto-observação plena faz autodescobrir as centenas de defeitos que carregamos dentro e com a súplica a nossa Mãe Divina desta forma. “Mãe Minha destrua este defeito desintegra-o” desta forma os defeitos vão morrendo. E vamos equilibrando os centros e transformando os mercúrios.

 

Muitas vezes a morte em marcha é pronunciada pelo estudante milhares de vezes no dia e aquele mínimo pensamento que achamos que não é defeito, resulta que é. Se fizermos por exemplo centenas de vezes ao dia a súplica à Mãe Divina calculando o trabalho de forma mental subjetiva, isso é 100% equivocado, o trabalho se realiza no passo que se venha dando de instante a instante, trabalhando equilibradamente com os três fatores. para que elimine aquele impulso mental ou pensamento involuntário que descobrimos através da continuidade da auto observação, olhe o quanto faremos em um ano. Mas nunca ficar preso sonhando, à números, quantidades,etc.

 

Mecanizar é se não estiver se auto-observando seguidamente, aí sim, se mecaniza, a auto-observação é como ligar um aparelho de circuito fechado dentro de nós, ininterruptamente, sem pensamentos, manter-nos sempre alertas, ligados a nosso interior, nos três cilindros principais que são: Mente, coração e sexo, assim não se mecaniza, torna-se eficiente.

 

Saiba que o Íntimo é um guerreiro solar dentro de nós mesmos e nunca devemos nos sentir incapacitados; têm-se inquietudes e arrependimento? Então nós temos chance, pois, estes sintomas são enviados pela essência e pelo Íntimo, se queremos realmente nos salvar, não existe o disse que me disse, é tudo ego, repito! Sejamos sérios! É preciso romper com a mecânica, precisamos sair dela, zerando pensamentos, emoções ou seja lá onde for que esteja apoiada a nossa psicologia, quebrando o trilho mecânico de hábitos, com a morte psicológica intensiva, só assim passaremos a ver o novo.

 

Tratado de Disciplina Esotérica

 

 

A Morte do ego-ismo

 

A morte do ego cada Soldado do Cristo deverá fazer dentro de si mesmo aqui e agora. Se realmente querem lograr a união com o Pai Celeste (Real Ser), devem caminhar nesta trilha estreita, custe o que custar e doa o que doer, que assim seja para o nosso próprio bem.

 

*Nos 49 níves da mente, o ego atua incessantemente.”

 

Quando estamos em auto-observação, podemos ver os defeitos atuarem a todo instante é preciso se tornar consciente de todos os agregados que de segundo a segundo se precipitam dentro de nós, para isso, só há uma prática capaz de nos capacitar a executar esta tarefa de reconhecimento interior, essa prática é a morte intensiva, que seria a concentração a um único ponto interior, afim de despertar a essência impondo-se na continuidade neste trabalho, veremos com assombro que sempre somos interrompidos, por pensamentos, incomodos ou etc, estas já são as manifestações dos defeitos. Mas não basta saber disso, é preciso por em prática, pois o ensinamento que voce está aqui recebendo é 100% Prático. é praticando que vamos compreendendo e acirrando esta prática, na continuidade vamos resgatando Essência/Consciência. Nunca deixar este ensinamento ficar como teoria morta.

 

Os Métodos

 

1° A Disciplina:

 

Para se obter resultados positivos neste trabalho, necessitaremos criar uma disciplina, há uma disciplina perfeita, que se aplicada a cada segundo, irá acender o látego da vontade consciente.

 

a) O Primeiro passo é manter a mente concentrada em cada atividade diária, em alerta de instante a instante, se outro pensamento surgir, aplica-se à morte em marcha.

 

b) Manter a nossa palavra perante nós mesmos, nos esforçando além do máximo para cumprir a disciplina na qual estamos nos propondo (assim nasce o Soldado do Cristo).

 

c) A cada pensamento involuntário, é um intruso que vem nos fazer sonhar tirando-nos de nossa disciplina, proposta por nós mesmos, aplica-se a Morte neste instante, que é uma súplica a nossa Mãe Divina para que elimine tal impulso mental subjetivo, assim: Mãe minha, destrua este defeito, desintegra-o, desta forma iremos nos acercando da ativação da essência para o trabalho e despertando os sentidos que estão atrofiados, como: a auto-observação, a concentração, desdobramento astral, indispensáveis para o avanço.

d) Nunca se deixar sonhando pelas tagarelices da mente, a mente “mente”, pois não se tem apenas uma mente como as pessoas pensam ter, mas sim milhares de mentes pensantes, cada defeito psicologico possui uma mente particular, com propósitos distintos umas das outras, por isso sempre eliminar qualquer conversa mole dentro do lago do corpo mental.

 

Isto é algo constante e não de vez em quando com cuidado para não reacionar teoricamente, tornando-se como escravos dos eus, sempre há uma falação, uma cantoria psicológica (A tagarelice interior), necessita-se ter uma vontade contínua de vencer a si mesmo, estando ciente que não se é confiável enquanto existir o EU, a tagarelice.

 

Amigos, esta tarefa acima é a Morte em Marcha, alguns equivocados dizem que a morte em marcha causa danos aos neurônios, dizem que o ego é algo neural; certamente não nos agrada vir a público para dizer que ainda não compreenderam nada, sobre as infradimensões, sobre o ego, a essência ou consciência, nem sobre as provas do Colégio de Iniciados da Fraternidade Universal Branca; com essas afirmações se fazem coniventes com os agregados psíquicos, certamente que jamais farão qualquer trabalho de desenvolvimento da consciência, vale esclarecer mais esta vez, que os agregados psíquicos são formas mentais, plasmadas com materia mental, que buscam se alimentar na máquina orgânica a todo instante, se alimentam de nossas cargas vitais dos vórtices de força, por isso as disciplinas devem ser aplicadas aos detalhes, de instante a instante e de momento a momento, pois são pelos detalhes que alimentam-se os defeitos, tirando estes detalhes de manifestação, os agregados psíquicos vão morrendo, o normal é que aconteça no dia centenas de súplicas a Mãe Divina e não importa que detalhe foi que se manifestou, apenas se ater em suplicar cada vez que nossa disciplina for interrompida por pensamentos involuntários e etc.

 

2°A decapitação

Nos mantendo na disciplina narrada acima, que é o BÁSICO, vamos nos auto-descobrindo, aquele defeito que mais nos importuna devemos colocá-lo no banco dos réus fazendo um histórico dele agindo assim:

a) Devemos ter em nossa casa um lugar tranqüilo para se dedicar as práticas de relaxamento e meditação e etc, livre de entra e sai de pessoas, onde teremos um silêncio confortável, nesta mesma sala iremos começar uma prática de decapitação desta forma:
b) Relaxamos o corpo, imaginando uma luz azul subindo dos pés até a cabeça e por onde se vá passando vá relaxando o corpo, depois de bem relaxados, vamos lembrar daquele defeito que mais nos atormenta, imaginamos uma cadeira que iremos chamar de banco dos réus; colocamos o defeito ali imaginavelmente e passamos a acusá-lo de todo o mal que nos fez durante toda a nossa vida, quanta discórdia já nos trouxe, quantas pessoas ele já magoou. Depois disso suplicamos fervorosamente que nossa Mãe empunhe a lança da Justiça e degole este mal de nós, com muita fé.

c) Se este defeito voltar a nos perturbar, podemos fazer o mesmo processo novamente, quantas vezes forem necessárias.

Desta Forma se aplicarem continuamente este trabalho, desde a disciplina objetiva até a compreensão eliminatória e muito secretamente, asseguro que estarão caminhando na trilha da superação interior, que logo terão resultados objetivos. E advirto! Aqueles que não aplicarem exatamente como estou narrando aqui e acharem isto difícil, sem ao menos se esforçarem por conseguir, não conseguirão desdobrar em astral, conseqüentemente não irão comprovar a maestria do Mestre Raphael, estão perdendo tempo miseravelmente, pois, tudo neste mundo é difícil de se conseguir, este trabalho não seria uma exceção, por isso, asseguro aos soldados verdadeiros que anelam acima de tudo nesta Terra, unirem-se com seu criador, ao Real Ser, que trabalhem sobre si mesmos, caso contrário irão sofrer no abismo onde a própria natureza se encarregará por eliminar o ego, AFIRMO com toda a certeza, que este trabalho pode ser exigente e difícil, mas, não é impossível, é Real, vale a nossa vida, vale a liberdade na felicidade que jamais sentimos antes de uma forma contínua. Isto é tudo.

 

Por: V.M. Raphael